Translate

segunda-feira, 8 de junho de 2015

À tarde de tardes rotineiras

Em tarde tristes e rotineiras
Aproveita a bagunça,
E levanta a poeira.
Finge que ninguém viu
E sai passear...
E no cruzar de um olhar,
Você encontra a felicidade
E quem sabe...
Um amor pra relaxar.
Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog