Translate

sábado, 27 de junho de 2015

Como sempre está

Cidade infernal
Muros pichados,
Com manchetes de jornal!
Lama nas janelas
Impede a verdade de encontrar,
Olhares alienados.
A sombra da miséria
Ainda encontra seus parceiros ideais!
Atrás de toda riqueza
Existe um morto, pela pobreza.
Nossa alta realeza
Preocupa-se com o jantar,
Enquanto de pés descalços
A verdade está.
Partilhamos dor!
Distribuímos miséria!
Espalhamos a burrice!
Picaretagem nosso cartão postal.
Nas margens de cá do Ipiranga
Tudo está, como sempre está!
Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog