Translate

quinta-feira, 30 de julho de 2015



E ela estava só,
Observava as coisas ao seu redor
E via com clareza, que estava fora do lugar.
Talvez seu mundo não fosse aquele,
Mas foram suas escolhas, que fizeram chegar até esse lugar,
Mas mesmo assim ela estava só.
Estava só com suas idéias,
Estava apenas na companhia de suas letras,
Vivia na ilusão da melodia,
De uma musica que não mais existia.
Tudo triste e sem vida, sem cor azar dela que assim o via,
Mas em meio às pessoas na calçada,
Ela se sentia só, com seus pensamentos,
Fora deste tempo, longe dos tormentos,
Ela estava só.


Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog