Translate

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

A ponte

É uma ponte, simples e velha,
Que faz com que tudo fique mais próximo
Que faz com que o abismo seja superado.
Que te leva novos sonhos e objetivos
É o cheiro da madeira velha,
A umidade dela ao passar em sua mão
Que te dopa da ilusão que é a realidade.
Que faz você deixar o passado
Como o ranger de seus passos,
Superando sua altura
Mesmo tão certo de suas próprias loucuras.
É o divisor do tempo
Com folhas sendo varridas pelo vento,
E teus olhos antes perdidos
Agora ao atravessa-la,
Encontra certo conforto e alento.

Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog