Translate

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Diante de meus olhos marejados
As pedras que imperam, chocam!
Mas não impedem o caminhar.
Tão só e distante estão
As palavras que se desejam ouvir,
Mas as cicatrizes da vida
Fazem o ar, raro com a força do vento, penetrar.
No corpo, na mente, na solidão tão presente,
Um olhar confuso
Um conflito que persegue,
Mas não reina!
Enquanto eu puder amar.


Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog