Translate

segunda-feira, 21 de novembro de 2016



[Latente]

A duvida emudece a alma,
E pergunto-me...


Do que é feito, teu corpo?
Do que é feito, teu corpo?

Traços embaçados,
Veias latentes...

De onde vêm tuas certezas?

É vida o que tens dentro de ti!
É vida, o que tens dentro de ti?

Amordaça o que não te serve,
E se encontra dentro de si...

O que pensa que o vento extraviou,
Deixa que o eixo una uma coisa à outra,
E transborde...

Para que o sono não seja de culpa!

E nem a sina da existência, uma desculpa...

Pela resposta que se deixou de ter,
Por aquilo, que se deixou de viver.

Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog