Translate

terça-feira, 18 de outubro de 2016



{Abraço apertado}

É só um abraço apertado
Sem saber se é despedida,
Ao sair, não sabe se volta...
Ou se perde a vida!
Olhos marejados, 
Não desarmam minas.
Pedidos de perdão,
Não calam uma multidão.
Não há bomba,
Que destrua mais que o silencio,
Não há silencio que mate mais...
Se não o que vem da mídia (politica).
Entre tantos corpos,
Somos todos vitimas!
Entre tantas lagrimas,
Meu corpo ainda sangra...
Com a ultima noticia.
Hoje um desconhecido,
Amanha quem sabe?
Família.


Pablo Danielli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog